sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Aeroporto Internacional de Viracopos

   Localizado a 14 quilômetros do centro de Campinas e a 99 quilômetros de São Paulo, o Aeroporto Internacional de Viracopos tem acesso pelas rodovias Santos Dumont, Bandeirantes e Anhanguera.
   Em um dos mais importantes pólos tecnológicos do país, na Cidade de Campinas, a qual é servida pelas principais universidades, rodovias e empresas de tecnologia de ponta, o aeroporto é hoje um dos mais expressivos centros de investimento da Infraero.
   O velho “campo de pouso”, como era chamado, tornou-se um dos principais pontos de conexão da América Latina. O Terminal de Logística de Carga de Importação e Exportação possui uma área de mais de 81 mil metros quadrados.
   Na década de 90 o aeroporto começou a despontar para o segmento de Carga Aérea Internacional, evidenciando sua vocação cargueira. Além da ampliação da infra-estrutura, a modernização dos processos de movimentação da carga e do desembaraço aduaneiro, desenvolvidos através de parceria junto à Receita Federal, tornou o aeroporto referência em logística no cenário nacional.

   Desde 1995, a Infraero realiza investimentos para implantação da primeira fase do Plano Diretor do aeroporto, com melhorias nos terminais de cargas e passageiros.
   Em 2005 foi entregue a segunda fase da obra de ampliação do terminal de passageiros. A primeira foi entregue no primeiro semestre de 2004, quando o aeroporto passou a contar com novas salas de embarque, desembarque, áreas públicas e concessões comerciais.
.

Área do sítio aeroportuário: 17.659.300m²
Pista: 3240m x 45m
Cpacidade: 2.000.000 de passageiros/ano
.
Estatísticas 2008:
Aeronaves: 32.399
Passageiros: 1.083.878
Carga: 233.699.869kg
Mala postal: 1.333kg
.
Estatísticas 2009:
Aeronaves: 55.263
Passageiros: 3.364.300
Carga: 192.307.458kg 
Mala postal: 10.786kg
.
Plano Diretor
   O Plano Diretor do Aeroporto Internacional de Viracopos/Campinas (SP), prevê o desenvolvimento de obras que permitirão, a longo prazo, atender a uma demanda de 61 milhões de passageiros por ano e um total de 570 mil operações de pouso e decolagem, considerando-se a construção da segunda pista. 
   Os terminais de logística terão capacidade de processar até 720 mil toneladas de carga aérea por ano. Esse projeto tem o objetivo de transformar Viracopos no grande aeroporto da Terminal São Paulo e também da América do Sul. 
   A primeira fase da ampliação permitirá o atendimento de 9 milhões de passageiros por ano e deverá ser concluída até 2015. Atualmente, a Infraero desenvolve o projeto executivo da segunda pista de pousos e decolagens, principal obra da expansão, com investimentos previstos na ordem de R$ 350 milhões.
   Para a execução será necessário desapropriar uma área de12,36 quilômetros quadrados no entorno do aeroporto, com 3.172 lotes urbanos e 88 propriedades rurais. A área foi declarada de utilidade pública através de dois decretos municipais (15.378/06 e 15.503/06). Posteriormente, em uma segunda etapa, também será desapropriada uma nova região de 6,7 quilômetros quadrados. O valor total previsto para o pagamento das indenizações aos proprietários é de R$ 161 milhões.
   Outro importante investimento previsto para os próximos anos é a construção do módulo central do novo terminal de passageiros de Viracopos. As demais obras da 1ª etapa da ampliação são: área de teste de motores e inspeção de aeronaves, pátios de aeronaves, edifício para garagem e estacionamento, ampliação do sistema de terminais de cargas, implantação de um centro de manutenção, serviço de salvamento e combate a incêndio, vias de acesso internas e lotes para parque de abastecimento de aeronaves, sistemas de companhias aéreas, sistema industrial de apoio, estação de tratamento de resíduos, estação ferroviária e áreas para o aeroporto industrial.
   O aeroporto gera atualmente cerca de 10 mil empregos diretos, é um dos maiores empregadores da região de Campinas. Durante as obras da primeira fase de ampliação de Viracopos deverão ser gerados cerca de 8,2 mil empregos diretos, a maioria relacionada à atividade de construção civil e engenharia.
   Após a conclusão das obras de ampliação e início das operações serão absorvidos aproximadamente mais 10 mil postos de trabalho totalizando cerca de 20 mil empregos diretos.
.
.