quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Definido novo projeto de posição da pista de Viracopos

   Devido à rejeição da licença ambiental do plano diretor para ampliação de Viracopos, um novo estudo foi feito para definir uma outra posição para as futuras pistas de pouso. Segundo anunciou Murilo Marques Barboza, presidente da Infraero, um novo plano diretor foi definido, deslocando as duas novas pistas em 200 metros para o centro do aeroporto e em 400 metros em direção à rodovia Santos Dumont, e alterando posições de hangares e terminais. Mesmo com a aproximação, a segunda pista manterá a distância de operações simultâneas em relação à atual, passando de 1,9km para 1,7km. A mínima separação exigida é de 1km. Apesar das mudanças, a área a ser desapropriada por ser de utilidade pública continua a mesma.
   Enquanto o projeto não recebe as devidas autorizações, a reforma do aeroporto continua em pauta. A partir do ano que vem a pista principal será reformada, passando dos atuais 45 metros de largura para 60 metros. O tempo de interdição será de oito meses. Antes da reforma, no entanto, a taxyway C(charlie) passará por mudanças para que sirva de pista quando a principal estiver interditada. A taxyway C ganhará 45 metros de largura e balizamento noturno adequado para as operações. Uma nova taxyway ligará o pátio à cabeceira 33 enquanto a C estiver interditada. A ligação do pátio com a cabeceira 15 já possui uma alternativa passando pelo pátio de cargas.
   Além das reformas de pista, Viracopos ganhará um novo pátio para aviação geral, que hoje divide o pátio principal com a aviação comercial, e uma ampliação da área de aviões de carga, que atualmente tem capacidade para aproximadamente 10 cargueiros de grande porte.


Visão via satélite do aeroporto atualmente(clique para ampliar).