sábado, 19 de dezembro de 2009

Texto: A rotina da equipe de manutenção (Portal CR)

Caution Warning!!!

Texto: Rafael Peres

   O piloto torce o nariz e, no fim do vôo, aponta no diário de bordo a pane surgida. Ela não permitirá que a aeronave decole enquanto não for sanada.

   Mas a aeronave tem que decolar, avião não é feito para ficar no chão. Quando fica "groundeado" é triste de ver, a máquina precisa e quer voar. Entra então em ação a manutenção, em um misto de técnica e de intuição apurada. Existem mecânicos que, misteriosamente, olham para uma pane e, com um raio-x (só pode ser), dizem taxativamente para abrir a janela de inspeção, que algo anormal será encontrado, mesmo que todos digam que não pode ser lá que algo estranho está a cheirar. Com a experiência nas veias dizem o que deverá ser realizado para solver o problema.

   Dizem ainda que duas cabeças devem pensar melhor que uma. Por isso, quando em duplas a manutenção deve agir de forma harmônica e única, debatendo e às vezes 'brigando' de forma a aceitarem as sugestões mútuas, empregando, assim, o remédio correto prescrito no Manual de manutenção, sempre tomando o cuidado de não deixar que o horário da decolagem e a pressa sobreponham a segurança de vôo.

   Por isso preceitos básicos como o atento seguimento dos procedimentos estabelecidos são necessários, pois do contrário quando menos se esperar algo será esquecido. Um duplo-check pedido a um parceiro é extremamente bem-vindo, pois, acostumados com a cena da atividade, aquele algo de 'diferente' acaba passando por despercebido aos olhos do executante, o que é mais difícil de ocorrer a quem, não estando na mesma atividade, olha com a vista descansada, conferindo involuntariamente.

   Atividade terminada, kit de ferramentas completo, teste operacional OK, assinatura no papel. Pronto. A aeronave na rampa para o próximo vôo. Full Power!!! Rotate!!! Sai do chão. É agora que o trabalho é posto à prova, os trens guardam...não houve falhas pois não são sequer admitidas. Continua subindo. Vai proporcionando mais um negócio fechado, mais uma viagem a algum paraíso ou uma saudade deixada ou a ser resolvida no destino.

   Dizem que avião no ar, mecânico no bar...mas como a jornada não acabou, tem mais algumas panes para serem exterminadas no restante da frota, que também quer voar.

2009 - Portal CR. Todos os direitos reservados.